Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

José Coelho Photography

Fotógrafo português de eventos e sessões fotógráficas.

COSTA NOVA, AVEIRO - O encanto das casinhas às riscas coloridas em frente à Ria

costa nova  (1).jpg

 

costa nova  (4).jpg

 

costa nova  (5).jpg

 

costa nova  (6).jpg

A última vez que visitei a Costa Nova foi há 17 anos atrás e seria inevitável regressar um dia aqui a este lugar único em Portugal, com as suas típicas casas (ou palheiros) pintadas às riscas coloridas, com vista para a Ria de Aveiro e que parecem saídas de um conto de fadas.

costa nova  (3).jpg

 

costa nova  (7).jpg

 

costa nova  (8).jpg

 

costa nova  (11).jpg

Quem decide viajar até Aveiro não consegue resistir também a passar pela Costa Nova do Prado (o seu nome completo) a cerca de 6 km  de distância e que já faz parte da beleza e do colorido desta região. Ao aqui chegar, difícil fica não reparar nas suas ruas repletas destas casas tão castiças, algumas novas, outras mais velhas, umas bem conservadas, outras a pedir restauro. 

costa nova  (9).jpg

 

costa nova  (10).jpg

 

costa nova  (15).jpg

 

costa nova  (2).jpg

Até inícios do século XIX a Costa Nova era um extenso areal desabitado mas, após a fixação da Barra do Porto de Aveiro, os pescadores das campanhas piscatórias de Ílhavo mudaram-se para a Costa Nova e começaram a construir “palheiros” para guardarem as redes e outros materiais associados à pesca. Ao longo dos anos, foram sendo aproveitadas como casas de veraneio. Implantadas à beira da praia, estas casas saúdam o mar com as suas fachadas pintadas de riscas de cores garridas.

costa nova  (16).jpg

 

costa nova  (17).jpg

 

costa nova  (18).jpg

 

praia da barra (1).jpg

 

praia da barra (2).jpg

A sua praia, que fica situada na parte traseira das ruas típicas, também merece uma visita, tal como a Praia da Barra com o seu extenso areal, que fica situada logo a seguir. A Praia da Barra, com o seu farol, fica junto ao pontão que marca a entrada do Porto de Aveiro e onde desagua a Ria.

costa nova  (13).jpg

 

costa nova  (14).jpg

 

costa nova  (19).jpg

 

costa nova  (20).jpg

Fortemente invadida por turistas durante o dia, ao cair da noite a Costa Nova fica praticamente deserta. Isso fez despertar em mim o desejo de ficar aqui alojado uma noite, se possível numa destas casas típicas. A tarefa não se revelou fácil, pois muitas das casas que aqui se encontram disponíveis para alojamento local, só alugam à semana. Até que alguém me falou da Pensão José das Hortas, uma residência com 100 anos mas muito bem preservada e restaurada. Fiquei curioso e quis ver esta pensão. Ao lá chegar deparo-me com uma casinha amarela com 2 pisos e um letreiro antigo com o seu nome.

costa nova (3).jpg

 

costa nova (4).jpg

 

pensao jose das hortas.jpg

 

 

Achei imensa graça a toda a decoração com motivos náuticos e vintage. A senhora que nos recebeu, que penso ser a filha da proprietária, mostrou-me o quarto com a melhor vista para a Ria que fica situado no sótão com 2 camas individuais. Paguei de imediato os 50 euros da noite. Entregou-me as chaves e avisou-me que o check-out tinha de ser feito até às 11 da manhã. Saí para admirar a Praia da Costa Nova e na esplanada li o artigo online escrito pelo jornal Público em 2018 acerca da história desta pensão.

costa nova ria aveiro (1).jpg

 

costa nova ria aveiro (2).jpg

 

costa nova ria aveiro (3).jpg

Muito interessante sem dúvida. Depois do jantar (comi uma salada de frango muito bem servida no restaurante Coza Nova) fui apreciar o luar com vista para a Ria. Quanto à  minha noite aqui passada nesta pensão teve os seus percalços. O sótão não está adequado a pessoas altas como eu e devido a isso bati com a cabeça em diversos cantos e usar o wc foi uma aventura. Durante a noite senti a presença de algumas melgas, o quarto não tinha rede mosquiteira. O colchão de molas pedia uma renovação. Mesmo assim dormi bem e a vista para a Ria compensou tudo. No dia seguinte disse adeus á Costa Nova com a promessa de um dia voltar. Lugares únicos como este precisam de ser desfrutados várias vezes.

costa nova  (21).jpg

 

costa nova (1).jpg

 

costa nova (2).jpg